Vagas de Estágio no Ministério do Turismo – benefícios e seleção

A área do turismo é de interesse de muita gente porque o assunto tem a ver com viagens. Mas, claro, que não é só isso. O estudante de turismo aprende muita teoria e tem a chance de aplicar os conhecimentos na prática através dos programas estágios oferecidos.

Assim, o próprio Ministério do Turismo tem um programa de estágio que é voltado para esses estudantes, que podem levar para a prática o que aprenderam dentro da sala de aula. Confira o que é preciso para se candidatar as vagas de estágio do Ministério do Turismo.

Vagas de Estágio no Ministério do Turismo – benefícios e seleção

Saiba que o estudante ainda tem direito aos benefícios trabalhistas, como a bolsa auxílio, que é um valor que é pago mensalmente para contribuir com a renda do aluno. Ele também recebe o vale transporte e têm direitos como as férias condizentes com as férias da faculdade.

Por que fazer estágio

O estágio é a porta de entrada que muita gente tem no mercado de trabalho. Assim, é uma chance única para quem quer adquirir experiência e, ao mesmo tempo, ter um bom currículo para o futuro profissional.

ANÚNCIO

No estágio, além da experiência, a estudante lida com as atividades reais da sua área e pode aprender na prática tudo que é passível de aprendizado. Dessa forma, tem direito a exercer várias funções, sempre acompanhado de um gerente ou gestor.

Outra vantagem de se fazer estágio é que eles são remunerados e isso quer dizer que o estudante pode agregar valor financeiro ao seu estudo, o que aumenta a renda da família e ajuda no custeio da compra de materiais, cursos e o que mais for voltado para a educação.

Estágio no Ministério do Turismo

Quase sempre, as vagas de trabalho para estagiários no Ministério do Turismo são para alunos de turismo. Isso aconteceu na última divulgação que foi feita: “O Ministério do Turismo oferece uma vaga de estágio para estudantes de turismo”.

O anúncio foi feito para uma vaga na Coordenação-Geral de Produtos Turísticos, em Brasília. O estagiário contratado será responsável por produzir o conteúdo sobre destinos turísticos, elaborar boletins de inteligência de mercado, entre outras funções.

A vaga era para 30 horas de trabalho por semana, o que dá 6 horas diárias. E o requisito era ser participante de um curso superior de turismo a partir do 4º semestre, sendo que as provas era uma das etapas do processo seletivo.

Outras oportunidades também podem surgir, sendo que o Ministério do Turismo é atuante em vários estados do país e, com isso, pode ter necessidade de contratar estagiários conforme a demanda.

Quanto ganha o estagiário do Ministério

Existem alguns sites especializados na internet que atuam diretamente com as vagas de emprego e de trabalho. Um deles é o Love Mondays. E esse site informa que a média salarial de um estagiário que atua no Ministério do Turismo é de R$ 601.

Já para os estagiários de nível superior, a média é de R$ 679. No entanto, essa pesquisa não se confirma com base no último processo que aconteceu, onde a vaga de estagiário para a Coordenação Geral de Produtos Turísticos paga um salário de R$ 520.

Nessa mesma vaga ainda havia informações sobre o auxílio transporte, sendo que o valor pago era de R$ 6 diários, lembrando que o interessado contratado iria atuar por 6 horas por dia durante os 5 dias da semana.

Aqui, a dica é ficar atento aos editais ou anúncios que são feitos para confirmar os valores pagos em cada um dos processos seletivos. Mas, considere que na maioria dos casos, o valor é de R$ 520 para todos os ministérios.

Como é feita a seleção dos estagiários

Todo candidato interessado na vaga deve enviar o currículo para participar do processo seletivo, que é uma forma de selecionar o melhor ou os melhores candidatos para o preenchimento das oportunidades de emprego.

A seleção é feita em 3 etapas, sendo que a 1º delas é o teste de informática. Claro que isso só vai acontecer após as empresas recrutadoras organizarem e selecionarem os currículos enviados. Então, é preciso conhecer e usar o pacote Office.

Em um próximo passo, o candidato vai passar pela redação, que nada mais é do que a montagem e produção de um texto dissertativo, sobre algum tema que será passado no dia da prova, de forma aleatória.

Uma última etapa é a entrevista, que é feita com profissionais da empresa contratante e pode envolver ainda profissionais de diversas áreas, como Recursos Humanos, Psicologia, além de coordenadores e gerentes.

Como enviar o currículo para estágio

Se o aluno quiser se candidatar e estiver de acordo com todos os requisitos exigidos, então, o próximo passo é justamente o de dar o pontapé inicial e cadastrar o currículo de forma online e simples, através do envio de e-mail ou em um site específico.

No caso do último processo que aconteceu, o currículo deveria ser enviado para um e-mail padrão, que foi criado para esse fim, o qual era: produtos@turismo.gov.br. E, também nesse caso, o currículo não era o Lattes, mas um preenchimento de informações de 4 páginas.

O importante é considerar que sempre existem prazos para enviar as propostas de trabalho, que são esses formulários e que a cada novo processo que se inicia, novas regras pode surgir, inclusive, sobre o envio do currículo.

O que não se pode deixar de lado é o fato de que as informações devem estar corretas e coerentes, já que esses dados serão usados para o contato com o estudante, seja para um convocação de entrevista ou para a confirmação dos dados cadastrados.

ANÚNCIO