Vagas de Estágio no Ministério da Ciência e Tecnologia – veja como participar

ANÚNCIO

A área de tecnologia e ciência no Brasil é muito importante e está de acordo com a parceria em várias universidades e entidades. Na questão social, o Ministério colabora com a criação de programas de estágios para várias funções e cargos.

Por exemplo, não é apenas as pessoas ligadas à tecnologia que podem se inscrever no estágio do Ministério, sendo que as vagas são abertas também para comunicação social e comunicação internacional também.

Vagas de Estágio no Ministério da Ciência e Tecnologia – veja como participar

O lado bom do estágio é que dá para conciliar o aprendizado prático com a bolsa auxílio, sendo que o estudante tem a chance de trabalhar e estudar ao mesmo tempo, complementando um o outro, já que ambos são na mesma área de atuação.

Por que ser estagiário vale a pena?

Com um mercado de trabalho cada vez mais concorrido, as pessoas precisam disputar com outras uma vaga de emprego. E nessa luta diária, sai na frente quem tem os chamados diferenciais de mercado.

ANÚNCIO

Assim, o estagiário que atuar no Ministério ou em empresas de tecnologia poderá ter esse diferencial, já que terão como comprovar que lidaram diretamente com o setor em um trabalho diário voltado para esse fim. É o ganho de experiência que o mercado de trabalho exige.

E claro que além da experiência, o estagiário ganha um know-how muito bom porque está em contato direto com pessoas que transmitem conhecimento para eles, ensinando novas funções e o funcionamento de várias áreas dentro da instituição.

O estágio é visto hoje como uma excelente forma de entrar no mercado de trabalho, considerando que de lá, o estudante pode abrir campo para a sua vida profissional, considerando o seu desempenho e a sua experiência.

Requisitos do estagiário do Ministério da Ciência

A cada nova vaga que surge para essa área, novas funções e requisitos são exigidos. Lembrando que cada empresa ou unidade tem permissão para solicitar a candidatura de estudantes de diversos perfis.

Mas, de forma geral, um candidato à estagiário no Ministério da Ciência e da Tecnologia ou de empresas dessa área deve ter bons conhecimentos em idiomas estrangeiros, especialmente o inglês e o espanhol.

Além disso, hoje em dia é imprescindível que se tenha conhecimento em informática também, no pacote Office, como programas como Excel, Word, Power Point, entre outros, além do internet explorer.

Isso porque as atividades desempenhadas incluem a coleta de dados, relação com pessoas, cooperação com temas internacionais, acompanhamento de reuniões, eventos da agenda internacional do Ministério, entre outras funções.

Vagas de estágio nos órgãos do Ministério

Uma das maneiras de encontrar as vagas abertas para o programa de estágio do Ministério da Ciência e Tecnologia é através das organizações que são credenciadas e fazem parte do Ministério, como a ASSIN.

A ASSIN é a Assessoria Especial de Assuntos Internacionais e recentemente anunciou uma vaga de estágio para a área de comunicação social para o período matutino. A vaga aberta era para estudantes que pudessem atuar por 4 horas diárias, isto é, 20 horas por semana.

E o foco eram os estudantes de relações internacionais que estavam cursando o 4º ou até o 6º semestre da faculdade. O requisito era estar cadastrar no CIEE – Centro de Integração Empresa Escola.

Mas, a opção direta dizia que era possível enviar o currículo diretamente para o e-mail da ASSIN, sendo que esse é o: assin@mctic.gov.br. E também é por esse meio de comunicação que é possível encontrar mais informações sobre o estágio na ASSIN.

Cadastro no CIEE

Outra dica para quem quer cadastrar o currículo para o programa de estágio no Ministério da Tecnologia, mas ainda não sabe como é considerar o CIEE, que é uma empresa que atua em todo país e faz o recrutamento de pessoas para vagas de emprego e vagas de estágio.

O cadastro no CIEE é gratuito e ele é feito online mesmo, a partir do envio de dados pessoais e profissionais, como o nome completo, o endereço de e-mail, o número de telefone, o número do RG, do CPF e assim por diante.

Aí, o CIEE traça uma análise entre o que as empresas estão buscando e o perfil do estudante. Quando há interesse de ambas as partes, o CIEE comunica o estudante para passar por uma entrevista e assim ele é encaminhado para a empresa que busca o estagiário.

Lembrando que a empresa também pode fazer uma nova entrevista com o candidato, considerando estabelecer regras e tirar dúvidas sobre a vaga de emprego para estágio que está sendo disponibilizada naquele momento.

Cadastro no Vagas.com e LinkedIn

Outras fontes para buscar vagas de estágio hoje em dia é através do site vagas.com, que é uma plataforma voltada para o mercado de trabalho e o LinkedIn, que é uma rede social com esse foco também.

Nessas opções, o candidato pode buscar as vagas abertas com vários filtros: cidade, estado, país, remuneração, salário, benefícios, horário de trabalho, carga horária, requisitos, cursos exigidos, idade mínima, entre outras informações.

No caso do vagas.com, basta um cadastro para participar do processo seletivo e enviar o currículo. Já no LinkedIn, na abertura da página, o interessado já deve ter uma conta, que é usada diretamente para anexo da candidatura, que acontece automaticamente.

Mas, considere que para ambos os casos, as empresas ainda farão uma análise de currículos e, assim, o candidato pode ser convocado para as próximas etapas da entrevista, sendo a individual, coletiva e a de comprovação de dados.

ANÚNCIO