Vagas de Estágio – saiba como trabalhar no Ministério da Educação

Muitos estudantes que estão na área da educação buscam no estágio uma forma de conhecer melhor o seu campo de atuação, que quase sempre é dentro de uma sala de aula. Dessa forma, o estágio surge como melhor opção porque além de aprender, o aluno recebe um salário.

E hoje existem diversas maneiras de conseguir um estágio na área da educação, inclusive, em algumas das opções, o estudante estará ligado diretamente como o Ministério da Educação, que é o responsável por gerir toda a área em todo o país.

Vagas de Estágio – saiba como trabalhar no Ministério da Educação

Descubra mais sobre como enviar o currículo pra as vagas de estágio na área da educação e qual é a importância de estagiar, levando em conta que o estagiário tem direito à salários, além de aprender na prática como funciona várias funções.

Vagas para estágios através de institutos

Uma das opções para quem quer trabalhar no Ministério da Educação através dos programas de estágio é através do Instituto Federal de Educação. Recentemente, tivemos um bom exemplo disso em Salvador (BA).

ANÚNCIO

O instituto ofereceu um programa de estágio remunerado com mais de 15 vagas para candidatos do nível superior em administração, biblioteconomia, biologia, enfermagem, engenharias, física, informática e pedagogia.

As vagas abertas para estágio também era para o ensino técnico em edificações, mecânica e outros. Assim, esses estágios duram 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses e a bolsa varia conforme a carga horária.

Quanto aos requisitos, o importante é considerar que cada instituto, mesmo que ligado ao Ministério da Educação, pode ter suas definições. Isso vale tanto para o curso como para os conhecimentos exigidos, que podem ser informática até mesmo a língua estrangeira.

Vagas de estágio através do Pibid

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) acontece através do seguinte formato: dão aos alunos de cursos presenciais o estágio em escolas públicas e, após graduados, podem exercer suas funções no magistério.

Então, esse caso tem a ver com o Ministério da Educação, mas é voltado para professores. Sendo que a ideia desse tipo de estágio é antecipar o vínculo do estudante com os professores atuais que estão atuando na rede pública de ensino.

O estágio para quem quer ser professor é obrigatório porque o estudante precisa ter o contato direto com o mercado de trabalho. Assim, nada mais justo do que ele receber para fazer isso. E, todo estágio na escola é remunerado, sendo que os valores podem variar.

As vagas através do Pibid são divulgadas conforme as condições e necessidades de cada escola, assim, os processos seletivos para contratação de estagiário podem acontecer durante todo o ano e o estudante deve ficar atento para quando isso acontecer.

Valor da bolsa do estagiário

Como no caso citado de Salvador, a bolsa auxilio do estagiário do Instituto era de R$ 520 mensais para os alunos do ensino superior que trabalham por 30 horas por semana. Já para os de nível médio, eram 20 horas por semana e uma bolsa de R$ 203 ou R$ 290 para 30 horas.

Todos os estagiários recebem, além da bolsa auxílio, o vale transporte no valor de R$ 132, sendo que o valor pode ser usado da forma que o estudante quiser, já que ele vem acrescido no pagamento do salário.

No caso dos alunos dos cursos de licenciatura do Pibid, o valor da bolsa é de R$ 350 mensais, valor que pode chegar a R$ 600 em caso de supervisão de sala de aula. Nessa opção de estágio, não se sabe se há benefícios como o vale transporte.

O importante é considerar que se o estagiário for contratado sobre regime de carteira assinada, ele terá direito a vários direitos trabalhistas, como o 13º salário, as férias remuneradas e até mesmo o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Encontrar as vagas abertas para estágio

Nos últimos dias, foi lançado o Portal de Estágios & Empregos, que lista as vagas de estágios e empregos para bolsistas em modalidades que tem a ver com o Ministério da Educação e da Ciência e Tecnologia.

O portal é um espaço onde as empresas podem cadastrar as suas vagas de estágios e, ao mesmo tempo, o estudante pode encontrar a sua oportunidade de trabalho. Dá até mesmo para fazer entrevistas por lá.

Portanto, essa é uma ótima maneira de encontrar as vagas de trabalho para estágio no Ministério da Educação e em outras localidades. Lembrando que também existem canais de comunicação digital que fazem isso, como o Vagas.com e o LinkedIn.

O importante é o que o estudante esteja atento às oportunidades que surgirem, considerando que a concorrência pelas vagas de estágio é grande, já que os benefícios são consideráveis e a chance de aprendizagem também.

Inscrição para os programas de estágio

No programa de estágio para quem iria trabalhar em Salvador, como foi citado, a forma de inscrição era presencial, através do campus de Salvador do IFBA. E o cadastro de currículos para o processo seletivo acontecia através do envio de documentos pessoais.

Assim, a inscrição leva em conta: documento de identidade e CPF, currículo simplificado, declaração da instituição de ensino, histórico escolar atualizado e o comprovante de inscrição no ProUni ou no Fies.

No caso do Pibid, a inscrição depende da avaliação do Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior) e do fato de o estabelecimento ser conveniado ao programa, prevendo assim a participação do bolsistas em atividades escolares.

Vale lembrar que após a seleção dos currículos, os interessados ainda passam por outras etapas seletivas, como a avaliação escrita e as entrevistas.

ANÚNCIO