Como trabalhar em Portugal – visto e salários

Muitos brasileiros tem vontade de sair do país e ir trabalhar fora. Assim, Portugal vem sendo um dos destinos mais escolhidos. Mas, a maioria não sabe como se candidatar para as vagas, nem como achá-las. Se esse também é o seu caso, leia um pouco mais e saiba como se inscrever para trabalhar em Portugal.

E aprenda mais também sobre assuntos diferenciados sobre o tema, como os cargos e salários que o país oferece. Para se ter uma ideia geral disso, existem muitas opções, em diferentes áreas de atuação, para quem pretende trabalhar em Portugal.

Como trabalhar em Portugal - visto e salários

Só que há um leque maior de vagas nas áreas de Tecnologia da Informação, Marketing, Engenharia, entre outros. Já a remuneração média no país é de aproximadamente 860 euros.

Contrato de trabalho e Recibos Verdes

Em Portugal existe a possibilidade de conseguir um emprego com contrato ou então trabalhar a recibos verdes, como autônomos.

Por meio de contrato, o funcionário tem direito a subsídio de férias, subsídio de Natal, vale alimentação, salário fixo, vínculo empregatício, subsídio desemprego, horário determinado e local de trabalho.

ANÚNCIO

Já quando se trabalha de forma autônoma, por recibos verdes, o trabalhador não tem salário fixo nem subsídios, trabalha a partir de casa, faz o próprio horário, tem independência, podendo trabalhar para mais de 1 empresa.

Contudo, é preciso ter cuidado aos falsos recibos verdes, muitas companhias contratam trabalhadores como autônomos, mas os fazem cumprir as obrigações de funcionários com contrato, mesmo sem estes receberem as regalias que um contrato assegura. Por isso, atente-se!

Visto de trabalho

Se caso o candidato não tiver cidadania portuguesa ou europeia, será necessário ter um visto de trabalho.

Existem as opções do visto de trabalho, o visto de empreendedor, o Startup Visa ou o Golden Visa, todos dão direito a trabalhar em Portugal, contudo cada um deles tem seus pré-requisitos.

Estes devem ser pedidos no consulado português, quando a pessoa ainda estiver no Brasil, ou no SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) quando já se está em Portugal.

Sendo necessário que a pessoa possua um contrato de trabalho ou uma carta convite, além de que não esteja ou nunca tenha estado ilegal na Europa e não possua antecedentes criminais.

Também serão solicitados outros documentos, para mais informações acesse o link.

Como se candidatar para as vagas?

Graças à internet a procura por vagas de emprego no exterior se tornou mais fácil, o meio mais eficiente de encontra-las é por meios dos sites de emprego de Portugal, como: Sapo empregos, Net-empregos, Indeed e o CareerJet, estes são os mais populares.

Todos irão pedir um cadastro prévio, caso o candidato não o tenha, e depois será possível cadastrar o seu currículo e acessar as vagas disponíveis.

O candidato deverá ficar atento aos alertas de vagas, e caso se inscreva em alguma, precisará esperar o contato da empresa em questão para mais informações sobre as próximas etapas.

ANÚNCIO