Envie o Currículo para Vagas de Estágio no Ministério da Cultura

Quem está em busca de uma vaga de estágio deve considerar a opção de atuar no Ministério da Cultura, especialmente se tiver gosto por temas como artes, folclore, esportes, letras, música, etc. E o melhor de tudo é que tem vários jeitos de enviar o currículo para o Ministério.

Lembrando que a contratação do estagiário está garantida por lei, o que quer dizer que o colaborador que cadastrar o currículo e for selecionado para atuar no Ministério terá direito à vários benefícios garantidos pelas leis trabalhistas, como 13º salário, férias, entre outros.

Envie o Currículo para Vagas de Estágio no Ministério da Cultura

O estagiário é aquela pessoa que pode fazer de tudo em uma organização. Portanto, os benefícios vão além do salário, já que dá ao colaborador do estágio a chance de aprender um pouco de cada área, criando experiência para o mercado de trabalho.

O Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura (MinC) foi criado em 1985 para desenvolver ações específicas para a cultura e a construção da identidade nacional do país. Assim, a ideia é criar práticas de incentivo em todas as áreas da comunidade, como letras, folclore, artes.

ANÚNCIO

O Ministério também é responsável por preservar o patrimônio histórico da sociedade, além do arqueológico, artístico e nacional. Dessa forma, possui atuação em várias funções e faz parte da estrutura em vários escritórios nacionais.

O Ministério fica em Brasília, na Esplanada dos Ministérios, e os colaboradores precisam estar por perto se forem atuar na sede. Sendo que também existem vagas para estágio nos escritórios filias do ministério em vários locais do país.

Geralmente, as vagas são para pessoas ligadas à exatas, no entanto, como atua em diversas frentes, o Ministério tem liberdade para fazer a contratação de estagiários de diversos cursos, desde administração até letras, música, comunicação, entre outras.

Benefícios do estágio no MinC

O site Love Mondays é responsável por fazer o recolhimento de várias informações sobre as vagas de trabalho em vários setores da economia no país. A plataforma também trabalha com a média salarial e os benefícios pagos aos trabalhadores, sendo uma fonte de pesquisa.

As informações são passadas pelos trabalhadores e ex-trabalhadores das empresas, como do MinC. Assim, os estagiários afirmam que trabalhar no Ministério da Cultura traz a grande vantagem do “crescimento profissional” porque se trabalha com “pessoas qualificadas”.

Outra pessoa afirma que o lugar é excelente para trabalhar porque trata de temas bons e com servidores públicos que atuam em prol da sociedade. No entanto, a média salarial não foi informada, mas o que se sabe é que ela fica em torno dos R$ 500 mensais conforme a área.

O estagiário do Ministério da Cultura, independente da área em que atua, também tem o benefício do vale-transporte, que é um ganho mensal de R$ 290. Sem contar que é de direito dos estagiários o vale-alimentação e o salário compatível com as horas trabalhadas.

Cadastro de currículo direto

Uma das opções de cadastrar o currículo para tentar uma vaga de estágio no Ministério da Cultura é falando diretamente com os responsáveis pelo Ministério. Ainda que essa opção seja a mais restrita é possível.

Para se ter um exemplo real, em 2017, os estudantes da área de humanas puderam enviar currículos para concorrer à essas vagas no Ministério da Cultura, em Brasília (DF). O requisito era estar estudando no curso superior em qualquer área de humanidades.

Assim, era desejável ter uma boa redação e interesse em políticas culturais, além do conhecimento básico no pacote Office. Na época, o salário oferecido era de R$ 520 que se somada ao auxílio transporte (R$ 132).

Para enviar o currículo para essa vaga de estágio na época, o candidato só precisa mandar o seu documento digital para o e-mail direto do Ministério, que pode ser encontrado no site do Governo Federal.

Cadastro de currículo por seleção

Apesar de ser possível cadastrar o currículo no Ministério da Educação através do contato direto, hoje é muito mais provável fazer isso através do processo seletivo, considerando que são enviados ao público editais de contratação – inclusive, para estagiários.

Recentemente foi divulgado um edital de contratação para estagiário de TI (Tecnologia da Informação) no Ministério da Cultura e a partir desse anúncio, os meios de comunicação criaram várias notas e notícias informando a população sobre o mesmo.

Nesse caso, os valores dos estágios também partiam de R$ 520 e mais o vale transporte (R$ 132) para 6 horas de trabalho por dia. E o processo seletivo aconteceu via CIEE (Centro de Integração Escola Empresa).

Nesse caso, a forma mais simples de enviar o currículo era através do CIEE, que fazia a seleção e enviava ao Ministério da Educação. Por fim, antes de ser contratado, o estudante passava por uma entrevista de emprego.

Cadastro no CIEE

Na hora de cadastrar o currículo para atuar como estagiário do Ministério da Educação através do processo seletivo que é feito com a análise de currículos pelas empresas, o interessado deve considerar que o CIEE é a principal empresa que atua nesse setor.

Também podem ter outras, dependendo da sua região e do estado onde mora. E, de maneira geral, o cadastro feito nessas instituições costuma ser bem simples, a partir do envio de dados pessoais e podendo ser feito pela internet.

Então, é preciso entrar no site do CIEE ou da outra empresa responsável por selecionar os currículos e criar um login e senha. Após isso, a criação do cadastro e o anexo dele podem ser feitos com o envio do número do CPF, RG e também do nome completo, e-mail, etc.

Lembre-se que toda informação pessoa informada pode ser usada para contatos no futuro, portanto, o ideal ao cadastrar o currículo online é fornecer informações verdadeiras e corretas.

ANÚNCIO