4 profissões que permitem o emprego de meio período?

Você se arrepia só de pensar em ter que gastar 8 horas do seu dia e 40 horas da sua semana trabalhando? Você deseja trabalhar menos para aproveitar melhor a vida e a sua família? Então, você pode pensar em um emprego de meio período!

Os empregos de meio período têm uma jornada de trabalho de, no máximo, 6 horas diárias e 30 horárias semanais e são ideais para quem quer viver mais e trabalhar menos.

4 profissões que permitem o emprego de meio período?

Abaixo, você confere as principais profissões que permitem trabalho nesses moldes. Acompanhe!

1 – Web Designer e desenvolvedor web

As profissões de web designer e desenvolvedor web são uma das que possuem os horários mais flexíveis no mercado de trabalho e são uma ótima opção para quem procura um emprego de meio período.

Muitas empresas oferecem um jornada de trabalho de 4 a 6 horas diárias para estes profissionais e para quem quer ainda mais flexibilidade de horários é possível trabalhar de casa no modelo home office, pois as atribuições desses profissionais não exigem que eles estejam presentes na empresa.

E o melhor é que, neste caso, a flexibilidade de horários não implica em um salário baixo.

Na verdade, essas profissões estão se tornando cada vez mais essenciais dentro de qualquer empresa, o que, além de alavancar os salários, também aumenta o número de oportunidades.

2 – Professor (a)

A profissão de professor também é uma alternativa para quem busca um emprego de meio período, pois tanto no setor público quanto nas escolas e universidades privadas, boa parte desses profissionais trabalham apenas um turno por dia.

Para quem pretende atuar no ensino básico e fundamental, as oportunidades nesses moldes são maiores e, embora essa profissão não seja muito valorizada no nosso país, a média salarial é relativamente alta, principalmente nos grandes centros e nas capitais.

Como pontos negativos entram a falta de incentivo e os obstáculos enfrentados em sala de aula, que hoje são muitos, além da falta de interesse do governo pela categoria.

3 – Funcionalismo público

O funcionalismo público é, com certeza, o melhor para quem procura trabalhar apenas meio período.

Isso porque, em várias profissões neste setor as jornadas de trabalho não passam de seis horas por dia e 30 horas semanais.

É o caso, por exemplo, de assistentes sociais, analistas, administradores, professores e de cargos nas áreas operacionais de todos os órgãos públicos.

E o melhor é que os salários, apesar de variarem de cargo para cargo, são satisfatórios e a estabilidade profissional proporcionada pelo setor público faz valer a pena.

As oportunidades no setor também são muitas, com vários concursos públicos sendo abertos o tempo todo para o preenchimento de vagas nas mais diversas áreas e funções.

4 – Freelancer

Por fim, ser um freelancer também é uma ótima opção para quem quer trabalhar menos e aproveitar mais a vida.

E aqui as possibilidades são muitas: você pode trabalhar como redator, tradutor, web designer, designer gráfico, programador, desenvolvedor, consultor, analista de sistemas e mais uma infinidade de funções – ou até mesmo duas ou mais ao mesmo tempo, a depender dos seus conhecimentos.

As oportunidades de ganhos também são boas no mercado freelancer, mas existe o ponto negativo de não haver um salário fixo.

Ou seja, os seus ganhos no fim do mês vão depender diretamente de quanto você trabalhou.