Veja os 7 principais erros no e-commerce que os novos empreendedores cometem

Todo jovem empreendedor que começa a pensar em ter o próprio negócio na internet acaba cometendo alguns erros básicos, que poderiam ser facilmente evitados. Se você está nessa posição, talvez seja a hora de considerar esses erros no e-commerce, que são bem comuns.

Aliás, você também deve ter curiosidade para saber quais são as 10 maiores empresas de e-commerce aqui do Brasil, né? Então, leia o conteúdo integralmente porque no final dele a gente trouxe essa informação. Para o começo da conversa, confira os erros a serem evitados.

1 – Estudo

A falta de estudo é, com certeza, o primeiro dos erros no e-commerce que a maioria dos novos empreendedores cometem. Inclusive, isso acontece independente do mercado de atuação, do público, do preço do produto, etc.

Portanto, aqui não tem muito segredo. Se há uma boa dica para você que está começando é essa aqui: estude, aprende e se adapte a partir dos resultados. Obviamente, ninguém tem que reinventar a roda, mas é preciso saber usá-la de forma construtiva.

2 – Colaborador

Mais um dos erros comuns do empreendedor digital é achar que nunca vai precisar contar com a ajuda de um colaborador. Mas, como você deve imaginar, esse é um erro grotesco. Inclusive, quando chegar a hora, o que você deve fazer é contratar.

ANÚNCIO

Então, encontre as melhores pessoas que puder, sem ficar preso apenas ao salário. Uma boa dica é sempre pensar em especialistas no assunto, que sabem fazer o trabalho.

Curiosamente, a gente já vai adiantar uma coisa. Tem muitas áreas que você vai precisar de ajuda, como: modelo de negócios, plataforma, jurídico, financeiro, atendimento, marca, investimento, expectativa de retorno. Então, pensar em parcerias é uma boa ideia.

3 – Finanças

O próximo dos erros é achar que você sabe tudo da parte financeira da sua empresa. Mas, vai chegar uma hora que vai ser difícil fazer as contas sozinho. Inclusive, a parte de contabilidade não envolve apenas somar e subtrair, viu.

Você também deve contar com alguém que seja competente para entender toda a dinâmica econômica e financeira do país, além dos formatos e regras para a abertura de empresas, companhias digitais, vendas online, etc.

Resumidamente, o que podemos dizer é algo como: nunca se esqueça da importância administrativo-financeiro dentro da sua empresa – independente do porte dela nesse momento. É importante ter quem crie o produto, quem venda e quem receba o dinheiro.

4 – Segmento

Dentro do mercado digital, a gente tem vários segmentos. Então, não é como colocar um banner em um outdoor e esperar os retornos. Na internet, suas campanhas são bem mais direcionadas, justamente, através de tais segmentos.

Você sabia disso? Se não sabia, considere que iria cometer um erro bem comum aos jovens empreendedores, que é o de não detalhar muito bem qual é o seu segmento de atuação – o que os especialistas gostam de chamar de público-alvo.

5 – Canais

O 5º dos erros no e-commerce que você deve evitar é sobre conhecer os vários canais de comunicação e de vendas que pode usar. Obviamente, você tem o seu segmento e isso vai lhe direcionar para os canais mais ideias.

Por exemplo, se você tem um público mais velho, com pessoas acima de 40 anos, pode ser que não precise usar o Tik Tok. Mas, se o seu público é o formado por jovens, então, o Tik Tok pode ser uma boa ideia para você.

6 – Concorrência

Esse não é um erro apenas dos jovens. Na verdade, até mesmo os mais experientes dos empreendedores costumam errar nisso. A ideia de concorrência não é a de copiar o que o coleguinha está fazendo, viu.

A ideia é você conseguir analisar o que o mercado pode oferecer. Então, você acaba aprendendo com o concorrente também. Logo, não são apenas os profissionais contratados que vão lhe dar um termômetro de mercado.

Dessa forma, a dica é observar os negócios que deram certo na sua região ou até mesmo em outras regiões. Além disso, converse com os amigos e consulte as últimas pesquisas feitas dentro do seu mercado de atuação.

7 – Lucro

E para fechar essa lista de dicas, considere que nem sempre pensar no lucro em primeiro lugar vai ser uma boa ideia. Sim, o lucro é importante e é o que vai fazer a empresa girar. Mas, histórias de sucesso tem nos mostrado um outro ponto de vista.

Inclusive, Thiago Reis deu uma entrevista recente onde falou sobre isso – ele que é empreendedor, influenciador digital e mentor. “Meu ponto de virada na vida de empreendedor foi quando parei de pensar em dinheiro e comecei a pensar em dar, compartilhar”.

Sobre os influenciadores digitais, leia também:

E continua: “Comecei a entregar conteúdo relevante de graça, porque quando você é especialista em algo e começa a compartilhar esse conteúdo relacionado aquilo que domina, as pessoas passam a ter você como referência”.

Foi a partir desse conteúdo gratuito que o Thiago começou a pensar em maneiras de lucrar. E isso tem dado certo desde então, o que prova que nem sempre o lucro vai vir antes de você ter um conteúdo de qualidade.

Curiosidade – saiba quais as maiores empresas no mundo digital

erros no e-commerce

Se você está entrando no mercado de e-commerce (e já conhece vários dos erros no e-commerce ), agora quer começar a estudar os concorrentes, como mencionamos no tópico 6, saiba que o ideal é começar pelas grandes empresas – isto é, aquelas que estão entre as que mais vendem.

A gente listou aqui quais são elas, veja: B2W Digital, Via Varejo, Magazine Luiza, Walmart Brasil, Grupo Netshoes, Máquina de Vendas, Carrefour, GFG LatAm – Dafiti, Saraiva e Privalia.

ANÚNCIO