Saiba porque os ventos são favoráveis para investir no empreendedorismo

ANÚNCIO

Diante da crise dos últimos tempos que aconteceram por motivos políticos, sociais, ambientais e econômicos, certamente você já pensou em abrir um negócio próprio. Certo? Mas, pode ser que ainda não tenha visto bons motivos para investir no empreendedorismo.

Aliás, pode ser que você já tenha até mesmo percebido por parte de um amigo ou parente, que essa ideia poderia te ajudar a melhorar de vida. Afinal de contas, no Brasil, os empreendedores costumam ser pessoas bem-sucedidas.

Por isso, esse é um sentimento natural, visto que este é um dos caminhos para ultrapassar esta fase desafiante da economia nacional. E, mais do que isso, é uma possibilidade e tanto para ganhar dinheiro de forma exponencial. O que não acontece no emprego comum.

O atual cenário

Sabendo disso, considere que felizmente dos dados mostram investir no empreendedorismo é um bom negócio mesmo. Uma pesquisa diz que a taxa empreendedora está crescendo de maneira sustentável e consequentemente o número de novas empresas startups também.

Por exemplo, você pode ver que na área financeira as chamadas fintechs estão com tudo. Assim sendo, basta lembrar de nomes como banco Inter, Nubank e até mesmo Guia Bolso para saber disso e comprovar o fato.

ANÚNCIO

Com isso, já era de se esperar um aumento expressivo de empreendedores por necessidade. A explicação vem do fato de que existe uma alta na taxa de desemprego, o que tem levado as pessoas a buscarem no empreendedorismo uma nova forma de sustento.

Os cuidados ao empreender

Logo, algumas ações devem ser tomadas rapidamente para minimizar os riscos inerentes ao empreendedor. Até mesmo porque assim como há casos de sucesso, também podemos mencionar histórias que não deram certo por motivos diversos.

O primeiro dos cuidados é a escolha de nichos de mercado que tenham demandas garantidas. E quais seriam esses mercados empresas que trabalham com blockchain, inteligência artificial, indústria 4.0 e outras tecnologias inovadoras.

Aliás, dá para considerar outras que estão relacionadas a adquirir conhecimento e habilidade no negócio também.

As oportunidades para investir no empreendedorismo

Já no cenário político, a gente tem que considerar uma postura do que é chamado de pró-inovação do novo governo, que ainda não tem agradado tanto assim os brasileiros.

O fato é que ele tem dado ênfase ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Portanto, o que temos é uma sinalização de que vai haver mais oferta de oportunidades para o empreendedorismo.

Afinal de contas, como diz o João Gabriel Hargreaves, que é o Diretor do Instituto Gênesis da Puc-Rio, essa é a inovação o “motor” responsável pelo movimento de um país na direção do desenvolvimento.

As tendências do ano

Saiba porque os ventos são favoráveis para investir no empreendedorismo

Se você fizer uma busca na internet vai ver que existem muitas tendências que são mais práticas do que as que já falamos aqui. Por exemplo, você pode ser alguém que entenda muito de blog. Então, uma ideia é você monetizar tal plataforma. Isso pode gerar muito dinheiro.

Além do mais, não dá para deixar de lado assuntos como o comércio eletrônico, que tem ganhado destaque internacional. Hoje em dia, você pode anunciar produtos de lojas grandes, como a Magazine Luiza, e ganhar comissão pelas vendas feitas.

Aliás, também dá para publicar livros na Amazon, criar cursos digitais, tornar-se um youtuber, criar aplicativos, desenvolver páginas de vendas com o copywriting, ser um consultor e até mesmo oferecer serviços como de técnico em informações online.

As motivações para encarar o mercado

Contudo, ainda que a gente tenha de encontrar um cenário favorável, saiba que as novas empresas devem entender que existe um grau de incerteza no ato de empreender. Por isso, não basta ter uma grande ideia ou ser um ótimo administrador.

Mas, a boa notícia é que esses riscos podem ser minimizados com o fortalecimento de pilares de sustentação da atividade. Por exemplo, o empreendedor deve investir também em conhecimento, habilidade e motivação.

E como fazer isso? O empreendedor vai poder buscar conhecimento em universidades e incubadoras, além de adquirir habilidade através de treinamento no setor em que pretende atuar.

Já a motivação é inerente ao empreendedor e não deve diminuir, nem quando o negócio não caminhe como esperado. Existem ótimas maneiras de se manter motivado o tempo todo, até mesmo na chamada fase de “vacas magras”.

Os pés no chão e o pensamento na lua

Enfim, saiba que todas essas inseguranças e incertezas para abrir um novo negócio surgirão e são normais. Muito mais normais do que você imagina.

Porém, o que não pode acontecer é você estagnar o seu espírito de empreendedor. É preciso arregaçar as mangas, buscar conhecimento e colocar a ideia, de forma estruturada, em prática.

Descubra se é melhor usar a reserva ou fazer empréstimo para empreender

Até mesmo porque, como anunciamos no início do conteúdo, bem lá no título, os ventos são favoráveis para navegar nessa onda do empreendedorismo.

ANÚNCIO