4 ideias de negócio de alimentação mais buscadas pelos brasileiros

O Brasil sempre é considerado um lugar que está aberto para inovação e ideias de negócios novos. O resultado é que sempre há histórias de superação e de sucesso em várias áreas. No artigo de hoje vamos falar sobre a área da alimentação.

Em 2017, o Sebrae fez uma pesquisa que mostrou 10 ideias de negócios que estavam entre os mais buscados pelos brasileiros. Muitos desses negócios se mantém como ideias até hoje. E nós filtramos os 4 que são da área alimentícia.

4 ideias de negócio de alimentação mais buscadas pelos brasileiros

Por isso, se você tem o interesse em abrir um negócio de alimentos, confira abaixo as dicas e veja o que ainda é tendência em todo o país. Inclusive, o presidente do Sebrae da época citou até mesmo alguma dicas. Confira abaixo!

1 – Food Truck

No âmbito geral, o Food Truck, estava na terceira posição em 2017 entre os tipos de negócios mais buscados pelos brasileiros, ficando atrás apenas de “como montar um negócio virtual” e “como abrir uma consultoria”.

Na área da alimentação foi o assunto mais buscado, conforme o Sebrae.

E é fácil entender os motivos. Os food trucks são opções muito práticas e mais flexíveis. Eles são veículos estilizados e feitos para produzir alimentos e refeições e servir em qualquer ambiente, seja em parques, praças, eventos fechados, ruas, etc.

Dá para pensar desde lanches até churros, sorvetes, cachorros quentes e por aí vai.

O movimento vem desde 2014, ganhou força em 2017 e hoje é uma ideia de negócio que pode ser muito lucrativa. Mas, isso depende de um bom plano de negócios, obviamente.

2 – Lanchonete

Como montar uma lanchonete vem logo em seguida do food truck.

E o motivo é explicado pelo Sebrae, que em 2017 lançou uma série de informações do seu presidente. “A crescente demanda pelo ramo de alimentos torna possível a abertura de uma lanchonete como viável”.

Ele conta que para dar certo esse tipo de negócio é preciso pensar na atividade da lanchonete, público alvo, ações diferenciadas e até mesmo a região de atuação e as classes sociais. Porque isso são “fatores que sustentam a demanda”.

3 – Refeições em marmita

Outro assunto que surge como destaque desde 2017 é o ramo de fornecer refeições em marmita. “O crescimento das cidades e o hábito de almoçar fora fez com que as pessoas procuram comida rápida”.

Mas, por outro lado, como o próprio presidente do Sebrae comentou na época, isso não requer apenas o fast food como conhecemos. A busca também está pelos alimentos saudáveis, que podem ser práticos.

“A atividade exige do empreendedor conhecimento e disposição. É preciso atender bem os clientes, falar com fornecedores e gerenciar muito bem a equipe”, ele avalia.

4 – Bar

Ainda no assunto da alimentação, os bares também estão entre os assuntos mais buscados dos brasileiros. Já que é um tipo de negócio que oferece um ambiente de descontração e socialização. O que sugere petiscos, comidas e bebidas.

“O serviço prestado deve ser feito com profissionalismo. Isso precisa ser pensando também em tópicos como público-alvo, localização, cardápio e bebidas”, avalia o executivo.