Confira 3 dicas tecnológicas e de internet para estudar de casa

Se você optou por estudar online, de casa ou de qualquer outro lugar, já deve ter notado as grandes vantagens que isso traz, não é mesmo? Agora, saiba que é preciso tomar alguns cuidados para não se arrepender.

Por exemplo, estudar de casa no celular e usando o 3G não é nada recomendável. Isso só vai te trazer dores de cabeça e logo você corre o risco de desistir do estudo, o que não é legal. Agora, se você se atenta à isso, saiba que pode ver nessa forma de estudo uma das maravilhas do mundo.

Confira 3 dicas tecnológicas e de internet para estudar de casa

A gente tem 3 cuidados que você deve ter quando for estudar de casa. Leia todos!

1 – Velocidade de Download

A primeira dica, que talvez seja a mais importante, é se atentar à velocidade de download da sua internet. Essa é aquela velocidade que você fica sabendo quando vai contratar o seu plano de internet. E vale lembrar que quase nunca ela chega totalmente na sua casa ou escritório.

De um modo geral, a lei diz que tem que chegar, ao menos, 70% dela. Então, saiba que se contratar uma internet de 10 Gb existe a possibilidade de que chegue apenas 7 Gb e você não tem muito o que fazer quanto a isso.

Logo, quanto maior a velocidade, melhor para quem vai estudar online. Só que não há recomendação única sobre qual é a velocidade ideal. Para quem não joga e usa a internet apenas para estudos, uma internet de 10 Gb pode ser suficiente. Ainda mais se tiver poucas pessoas em casa que usam a mesma rede.

2 – Internet da Rede Móvel

Outro ponto importante é considerar a internet da rede móvel, também chamada de 3G ou 4G ou ainda o 5G. Hoje em dia, elas são bem famosas nas operadoras de telefonia de todo país. Porém, para estudar online, ela não se torna apropriada.

Isso porque tem uma velocidade de conexão baixa e isso pode travar o estudo, literalmente. Assim sendo, como a gente sabe que o ensino EAD usa de várias ferramentas, como PDFs e vídeos, a dica é evitar o uso da rede móvel de internet.

Prefira sempre a rede direta, que vem de Wi-fi, de uso doméstico. Além do mais ela é mais segura também, o que acaba sendo vantajoso para quem quer evitar problemas com vírus e outras dores de cabeça.

3 – Conexão via Cabo

Para terminar o conteúdo, a gente pode mencionar também que o uso de cabos de rede para fazer a conexão com a internet ainda é a melhor forma de conseguir êxito na sua velocidade de internet.

Portanto, para quem estuda de casa ou de um escritório, a dica é preferir o cabo muito mais do que as antenas do wi-fi. Apesar de ser uma mão na roda, a conexão do wi-fi pode sofrer interferências, ainda mais quando tem outras pessoas usando o mesmo sinal.

No caso da conexão via cabo, o estudante evita ter travamentos, evita ter problemas com a segurança da internet e pode usufruir melhor desse método de ensino, que tem feito o maior sucesso no país. Primeiro porque é mais barato e depois porque é mais cômodo!