2 erros para evitar quando for pensar no lucro do seu negócio

Você sabe o que é o lucro? Mas, você sabe o que é o lucro além do que está na teoria? Tem muita gente que acha que o lucro é uma bobagem. No entanto, ele é fundamental para que uma empresa cresça e se desenvolva. Se você vende alguma coisa, tem que ter lucro.

E é nessa ideia de não considerar o lucro que muita gente acaba perdendo a chance de ter um negócio de sucesso hoje em dia. Inclusive, o Elo7 citou 2 erros que são comuns na vida de novos e pequenos empreendedores.

2 erros para evitar quando for pensar no lucro do seu negócio

A ideia do Elo7 é uma só: auxiliar as pessoas que produzem seus produtos para vender a consideraram o lucro como peça fundamental na gestão de um negócio próprio. E a gente listou os 2 erros que as pessoas mais cometem. Acompanhe!

1 – O erro de achar que o lucro é ruim

Se a gente pegar o dicionário, a gente vai ver que lucro é algo como “ganhar em cima de”, “tirar vantagem de” ou outras coisas que soam negativamente. No entanto, essa ideia apesar de ser comum, acaba dando uma visão “negra” do que é o lucro de uma empresa.

Isso porque, quando a gente traz o termo para as finanças, a gente também pode ver que ela tem outros significados e que são bem mais “aceitáveis”. Basicamente, o lucro tem a ver com a saúde do seu negócio.

Assim sendo, uma empresa lucrar é algo como dizer que ela está saudável. Veja como é diferente do que simplesmente “tirar vantagem de”. Por isso, não há motivos para vender produtos sem que se tenha lucros.

E, além do mais, você não querer tirar vantagem de ninguém, quer? Com certeza, a sua ideia é muito mais ampla: lucrar para ter condições de investir cada vez mais em seus produtos e ajudar seus clientes a serem mais felizes. Correto?

2 – o erro de achar que o lucro sai do salário

Um segundo erro muito comum que muitos novos empresários têm é achar que o lucro tem que sair do salário dele. E isso é um erro, mesmo. O Elo7 conta que os novos artesões sempre fazem a conta inversa: tirando o lucro do salário.

“O lucro é o dinheiro que será reinvestido no negócio e isso impede o crescimento do negócio próprio”. Assim sendo, a solução é incluir no planejamento os custos fixos, o salário fixo e também o lucro, obviamente.

“Muitos artesãos acham que a porcentagem do lucro é a sua fonte de renda. Mas, isso está muito errado”. Portanto, é preciso considerar o lucro como peça importante de um negócio, assim como o salário.

E de quanto deve ser o lucro?

Aí que a Elo7 fez uma matéria muito mais completa falando disso tudo. Inclusive, incluiu nela o custo variável de um negócio, para que o produtor e vendedor possa chegar até o seu lucro verdadeiro. É preciso considerar os gastos, por exemplo.

Se você tem dúvidas sobre isso, leia o artigo do Elo7.