Confira alguns cuidados para encontrar influenciadores digitais

Você que é empresário já pensou em ter alguém famoso para fazer as suas propagandas? E olha que nem estamos falando em colocar o Rodrigo Hilbert na tela da TV. Na verdade, o assunto é para falar sobre como encontrar influenciadores digitais para a internet mesmo.

Afinal, esse é o assunto da atualidade e algo que pode ajudar muito a sua empresa a vender mais ou se tornar mais conhecida. No entanto, o foco aqui não é para citar quanto ganha um digital influencer. Na verdade, o que a gente quer é falar dos cuidados a serem tomados.

Para quem não sabe do que estamos falando, saiba que a cada 1 minuto são geradas 500 horas de conteúdos no Youtube. Nessa mesma página, temos 24 canais nacionais na lista dos 100 mais influentes do mundo todo – conforme a Skack Intelligence.

As mudanças da internet

Nesse primeiro tópico, a gente vai falar sobre a importância de conhecer as constantes mudanças que existem na internet. Afinal, se antes o Facebook era a chave da vez, agora todo mundo quer saber mesmo é do TikTok, né?

Para isso, encontramos uma entrevista que foi feita pela Revista Negócios, na edição 127. Lá, Carol Moreira falou desse tema. Ela é uma produtora de conteúdo, além de ser apresentadora da Warner Channel tem um canal do Youtube com quase 800 mil inscritos.

ANÚNCIO

Veja o trecho que ela conta sobre o canal. “Comecei falando de beleza e maquiagem em 2010, mas com o tempo fui mudando minha vertente. Desde então, houve muitas mudanças”. Obviamente, essa mudança vem do que o mercado e os consumidores exigem.

Carol continua explicando: “Antes, eu tinha muitos trabalhos que não tinham a ver. Ou eram uns pedidos muito específicos que não combinam com o público alvo. Mas, agora entendem que precisam dar liberdade para o influenciador digital criar junto, senão a ação dá errado”.

Os cuidados na procura

Rafael Gonçalves e Alessandro Pisa são bons exemplos desse assunto. Inclusive, são eles que vão dar as primeiras dicas, que são cuidados que devemos ter ao procurar e encontrar influenciadores digitais hoje em dia.

Gonçalves é padeiro, doutor em comunicação e professor universitário. Pisa é mestre cervejeiro, administrador e mestre em comunicação. Eles formam os Carecas na Cozinha, que tem parceiros como a Fiss Koss, Santa Bárbara Carnes, Layr Fornos e Ateliê Morro do Bambu.

Para eles, o segredo está em buscar produtos que possam ser usados no vídeo. Além do mais, também é preciso ter boa equipe de produção deixando os alimentos pré-prontos. Com isso, a experiência com as marcas será mais verdadeira.

Mas, e os cuidados?

A entrevista deles também foi parar na revista Negócios. Veja o que eles disseram:

Cuidado com a confiança – “O primeiro passo é nunca confiar cegamente em uma agência. Bem ou mal, os caras são fissurados em métrica”.

Ao dizer isso, eles sugerem que você pergunte a uma marca de farinha de trigo se eles preferem ter 10 milhões de views no Felipe Netto ou 5 mil na mão da Palmirinha? Se você não sabe a resposta é hora de começar a estudar mais sobre esses influenciadores.

Cuidado com a celebridade – “O segundo é pesquisar onde você está pisando”.

Eles contam que no mercado há celebridades que estão apagando vídeos antigos, posts antigos de site, Instagram… O que pode ser bom para muita gente e nem empresas.

Cuidado com a visibilidade – “Terceiro: visibilidade, geração de leads e conversão para vendas são coisas bem distintas”.

O influenciador influência, mas não sozinho

Para terminar o conteúdo, a gente tem que saber sempre vai ser preciso decidir junto com o influenciador o melhor caminho a tomar na criação e publicação da campanha. Até mesmo porque você tem que saber qual é a tendência do mercado.

encontrar influenciadores digitais

“Essa coisa de tirar o número de curtidas [algo que aconteceu recentemente no Instagram] deixou muita agência de cabelo em pé”, diz Gonçalves. Ele conta que isso tem a ver porque esses profissionais acabaram ficando sem métricas para os seus resultados.

E explica: “Se você não deixa público esse número, a tendência é as pessoas olharem para a qualidade. Por isso, eu acho que a tendência orgânica e a de volume vão ter que dar um passo atrás para valorizar o conteúdo de qualidade de verdade”.

Agências, parcerias e qualidade

Sendo assim, a opinião também é compartilhada por Carol. Ela diz que muitas marcas e agências chegam com uma ação pronta e roteirizada para divulgações pontuais. No entanto, o trabalho poderia render mais frutos com as parcerias, por exemplo.

Então, ela lembra que conhecer o trabalho do influenciador é o primeiro passo. Já que mesmo que ela tenha milhões de seguidores não significa exatamente ter a coesão com o que a marca precisa.

Portanto, se você vai encontrar influenciadores digitais para fazer parcerias, não fique preso apenas aos views. “É preciso escolher bem com quem vai trabalhar, antes de tudo. Depois disso, tem que dar espaço para a pessoa criar junto”.

Agora sim, para fechar o conteúdo, saiba que temos uma pesquisa realizada pela agência Airfluencers, que trouxe nomes mais relevantes de influenciadores digitais de 109 em 22 categorias. Assim, você vai ver que Mariana Saad e Gabi Oliveira são referências.

Só que, como você aprendeu neste conteúdo, escolher aquele que vai representar sua empresa não é simples =- é preciso analisar a fundo o histórico, a mensagem e a maneira como cada uma dessas pessoas se comunica para que a campanha não fracasse, dizem especialistas.

ANÚNCIO