Como você tem ensinado educação financeira para o seu filho

É muito comum a gente falar mal das outras pessoas, do governo, da falta de dinheiro. Só que quando a gente tem um filho parece que tudo deve ser feito ou pensado de forma mais cautelosa, não é mesmo? E hoje vamos falar sobre a questão financeira.

Você tem ensinado o seu filho sobre esse tema de que forma? Existem várias maneiras e modelos de inserir a educação financeira na vida dos filhos. Dá para levar eles ao mercado, por exemplo. Ou dar aquela mesada. E uma delas, que é bem importante, é o trabalho!

Calma! A ideia não é você passar um trabalho para o seu filho. Mas, é um bom começo você começar a mostrar para ele como o seu trabalho funciona. Afinal, você sempre diz que queria estar com ele, mas o seu trabalho toma muito do seu tempo, não diz? Isso é bem comum!

O trabalho

Se você diz que precisa trabalhar para ganhar dinheiro, saiba que já começou errado, viu. O seu dinheiro não é ganhado, mas trocado. Você vai lá, atua e dá o seu tempo para, em troca, receber o seu dinheiro, que é de direito, que é uma recompensa.

Agora, alguns especialistas têm tocado muito nesse assunto porque os pais evitam falar dos trabalhos para os filhos julgando que eles não entenderiam. O que é um erro. Isso porque quando o filho interpreta o trabalho, ele começa a entender essa troca pelo dinheiro.

Isso facilita até mesmo na hora dele receber uma mesada, por exemplo. Portanto, quebre esse paradigma de não falar sobre o seu trabalho para o seu filho. 

O dinheiro

Aí, ele vai começar a entender a questão do dinheiro. E vai entender um pouco mais quando você dizer que tem que trabalhar para conseguir dinheiro. Resta agora você dizer a importância do dinheiro.

Por que, afinal de contas, ele não tem que ser mais importante do que o seu tempo com o seu filho, né. Mas, tem que ter espaço para tudo: para a hora de brincar e de trabalhar, né. Você já sabe disso. Mas, o seu filho ainda não!

Então, cabe a você explicar. E isso é mais importante de ser feito na prática do que na teoria, viu. Mostre a ele e faça o que realmente você está dizendo. Se tudo tem a sua hora, então, tudo tem a sua hora. E não esqueça de brincar com o seu filho, ein.

As escolhas

Assim sendo, após falar sobre o trabalho, o tempo e o dinheiro você vai mostrar para ele, automaticamente, que tudo se trata de escolhas. E, dessa forma, não se pode ter tudo que quer ao mesmo tempo.

O ser humano tem muitas necessidades, que são ilimitadas, mas nem sempre tem recursos financeiros para tudo isso porque são limitados. E você está trocando o seu tempo pelo trabalho. Depois, tem que achar tempo para o seu filho também. E assim você faz escolhas.

E é assim que ele terá que fazer escolhas também, quando tiver a mesada dele ou quando começar a trabalhar. Você tem pensado assim na hora de falar sobre finanças e sobre a vida com o seu filho? Reflita!