Estudo prevê que EAD deve passar o ensino presencial no país até 2023

A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) fez uma pesquisa que mostrou que se o ritmo da adoção ao sistema EAD (Ensino à Distância) se mantiver, ele vai passar o número de matriculados no ensino presencial no país até o ano de 2023.

E o motivo parece bastante claro para a Associação: é uma das modalidades preferidas dos alunos por conta das vantagens que se tem.

Estudo prevê que EAD deve passar o ensino presencial no país até 2023

A se começar pela lei que regulamentou o ensino à distância em todo território nacional. Agora, os diplomas do ensino EAD possuem a mesma validade de um curso presencial.

Somente com essa mudança na legislação, houve um aumento de mais de 130% no número de matriculas em um período de 12 meses.

Outro motivo positivo para esse tipo de ensino é o preço mais acessível nas matriculas e mensalidades.

Além da flexibilidade de horário para estudar.

Isso atende os estudantes que não tem condições financeiras para o estudo ou tempo suficiente para isso.

Avanços tecnológicos

Para os especialistas, o que não se pode deixar de lado também é que o ensino à distância tem um grande apoio de recursos tecnológicos.

Um bom exemplo disso é o e-Learning, que vem adaptando e incorporando novas tecnologias. Isso tem a ver com a inteligência artificial e a realidade virtual, que já estão presentes em muitos cursos online.

Isso se torna um agente transformador na vida dos estudantes, já que são mais atrativos e mais simples também.

Outro item tecnológico que não se pode deixar de lado são os smartphones, que se tornaram a principal ferramenta de pesquisa e de estudo em todo o planeta. Eles podem ser personalizados conforme cada perfil de estudante.

As novas tendências

Com base nisso, as novas tendências a partir de 2019 tem a ver com o uso, cada vez mais constante, de materiais audiovisuais e gráficos. Sempre focando no dinamismo e na diversão do estudante.

O Canvas, que foi o responsável por divulgar os dados do texto, é uma plataforma online que tem se apoiado nessas ideias de transformação tecnológica.

A plataforma fala muito em “transformar os esforços em recompensas”. E, para o Canvas, a dinâmica que se tem na gamificação ou nos jogos é totalmente aceito pelas organizações acadêmicas e pelas empresas, além dos alunos.

“As novas tecnologias continuam permitindo o alcance dos alunos às ofertas da aprendizagem. E isso num curto espaço de tempo”, disse Alejandro Sisniega, que é o diretor da empresa.

O futuro do EAD

Seguindo o intuito dos números e dos especialistas, o que se espera para o mercado é uma personalização do conteúdo com base no que o aluno precisa e quer.

Assim, ele vai ser motivado pelos próprios interesses e necessidades em cada situação. Isso significa poupar dinheiro, tempo, energia e tudo mais que julgar importante.

E, claro, sem perder a atração devido à possibilidade, cada vez mais, dos recursos tecnológicos que estão sendo inseridos no mercado dos cursos online e das instituições educacionais que investem nisso.