Doação de sangue dá direito a faltar do trabalho?

Será que a doação de sangue dá direito a faltar do trabalho? Esta é uma dúvida muito comum quando o assunto é doar sangue. Quer saber a resposta e o que a legislação prevê? Leia o texto e entenda tudo a respeito.

Os doadores de sangue representam, atualmente, 1,6% da população. É o que aponta o último levantamento feito pelo Ministério da Saúde, em novembro de 2018.

Doação de sangue dá direito a faltar do trabalho?

A fim de incentivar os brasileiros a aumentarem o banco de sangue dos hospitais, a legislação oferece alguns benefícios algumas normas foram criadas.

Mas, por que devo doar sangue?

Como vimos, 1,6% da população brasileira doa sangue.

Desses, 42% são jovens com idades entre 18 e 29 anos, representando 42% do total de doadores.

ANÚNCIO

Doar sangue é um ato totalmente voluntário.

É uma ação altruísta que pode salvar vidas: uma só doação pode beneficiar até 4 pessoas.

O sangue

O sangue é imprescindível aos pacientes que estão fazendo tratamentos planejados ou cirurgias altamente complexas, transplantes, procedimentos oncológicos, bem como é essencial àqueles com doenças crônicas graves como a Anemia Falciforme.

Além disso, é de vital importância para os feridos em situações de emergência.

Para se ter uma ideia, atualmente existem 32 hemocentros e mais de 2 mil serviços de hemoterapia.

Como doar sangue?

Procure o hemocentro mais perto de você, consultando o site do Ministério da Saúde.

E lembre-se: homens podem doar sangue até 4 vezes no ano e mulheres podem fazer até 3 doações anuais.

Agora que já sabe tudo sobre a importância da doação de sangue, entenda o procedimento antes, durante e depois.

Os procedimentos

Um adulto tem, em média, 5L de sangue e ele pode doar até 450 ml.

São requisitos: ter entre 16 e 69 anos, pesar mais que 50 kg, estar alimentado, ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas e se submeter à triagem e entrevista na preparação para a doação.

Elas são essenciais para saber se você possui alguma doença infecciosa, DST, anemia, diabetes ou qualquer outro problema que o impeça de doar sangue.

Então, não podem doar sangue quem estiver gripado,resfriado ou com quadros febris; mulheres em período gestacional, pós-gravidez ou que estejam amamentando; quem tiver ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas.

Também não pode: quem possui piercing ou tatuagem que tenha sido feitos nos últimos 12 meses; se passou por procedimento de extração dentária nas últimas 72 horas; e outros casos. 

Os documentos

Antes de doar sangue, separe seus documentos de identidade (com foto), esteja alimentado e evite refeições gordurosas e tome dois copos de água.

No momento, passará por um cadastramento, pré-triagem, a triagem clínica (com entrevista individual) e, por último, a doação em si.

Quem doa sangue pode faltar do trabalho?

O incentivo está na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), no artigo 473.

Prevendo que um funcionário poderá faltar das suas atividades sem prejuízo do salário por um dia, uma vez por ano, se for doar sangue voluntariamente e desde que comprove isso.

Portanto, se você está pensando em doar sangue, saiba que a sua falta no trabalho é justificável.

A legislação não aborda nada sobre comunicado prévio, ficando a cargo do próprio colaborador conversar com seu supervisor.

Após a doação, peça o atestado e, quando voltar ao trabalho no dia seguinte, apresente para sua justificativa.

ANÚNCIO