Dicas para o currículo perfeito, mude já o seu

Carreira perfeita não tem, mas um currículo perfeito você pode ter. A forma com que você expõe e coloca sua carreira interfere totalmente no momento do recrutamento, já pensou nisso?

Já pensou perder aquela vaga de emprego massa porque o recrutador nem conseguiu entender o que você fazia? Chega disso. Com 12 milhões de pessoas desempregadas no Brasil, vai por mim, você não vai querer passar por essa frustração.

Nesse momento, não importa se você é CEO ou estagiário. Currículo é importante para todo mundo porque, mesmo sendo um super profissional com experiências renomadas é necessário que o seu currículo esteja a altura do cargo que você está se candidatando.

currículo
Fonte: (Reprodução/Internet)

Quer saber mais? Então fica ligado.

Seja objetivo

Não tem aquele ditado “a primeira impressão é a que vale”? Pois bem, no caso do seu currículo, também. A visão geral do seu currículo é o que conta no primeiro momento em que recebem ele. Seu currículo tem que cumprir o objetivo de ser claro, direto e objetivo. Quem olhar precisa saber rapidamente se você esta apto para passa no processo seletivo ou não, fim.

Ok. Mas como faço isso? A objetividade envolve muito a disposição das informações, ou seja, a quantidade de informações e como elas estão distribuídas pela página. Muita letra, tudo junto, pouco espaço, uma confusão. Fique atento a isso.

Resuma cada cargo com as principais atividade, principalmente as que fazem sentido para a vaga que você está se candidatando agora. Fotos, gifs, brilhos e muitas cores: não. Tudo bem, você pode ser uma pessoa super descontraída e alegre, mas seu currículo precisa ter o mínimo de seriedade para que você passe a profissionalidade que deseja.

Como formatar o currículo

A dica aqui é escolher um padrão, afinal, colocar fontes e dispor as coisas sobre a página de formas diferente só vai deixar mais confuso. O que quer dizer que não é só escolher várias fontes de todos os tamanhos possíveis e colocar lá. Na hora de montar o currículo perfeito, não é só o conteúdo que importa. Não existe um padrão específico para todos os currículos.

Você deve escolher o que é mais adequado para o seu perfil profissional e seguir esse padrão até o fim. Monte seu próprio padrão. Comece pelo espaçamento de cada informação. Depois, para manter a harmonização, você deve escolher uma fonte por categoria ou por sessão do seu currículo e manter esse padrão.

Exemplo, o nome da empresa e cargo com um tamanho e uma fonte específica. Então todas as vezes que você colocar uma empresa novamente e cargo, deverá respeitar a fonte e tamanhos escolhidos. Atenção: itálico e negrito podem ser usados, mas com cautela. Não exagere! Confira o passo a passo para formatar seu currículo pelo Word clicando aqui.

Trabalhos antigos? Não fale muito deles

Dê prioridade para as duas últimas experiências! Porquê? Por que elas falam mais sobre você. Não é necessário excluir experiências, mas escolha dar ênfase, e falar mais na descrição, os cargos que te representam melhor.

Quando alguém for ler sobre sua experiência, será interessante ver a sua história, mas se esse não é o cargo que você quer hoje, não precisa colocar as 34 coisas que você fazia na empresa quando adolescente.

Resumindo, foi aprendiz há 13 anos atrás? Reduza a quantidade de informações da vaga e coloque o que foi mais relevante para sua carreira profissional por último. Já que vagas ficam organizadas começando pela última experiência, capriche nas duas últimas.