Dicas para começar uma startup

Você sabe o que é um startup? Se quer começar o seu negócio veja como esse tipo de empreendimento é uma boa alternativa. O número de startups cresceu 20 vezes nos últimos oito anos e não foi atoa.

Embora começar um negócio inovador como esse possa dar muito trabalho, ele também pode fazer muito sucesso. Atualmente existem negócios nesse modelo que são milionários, como a startup Uber.

Seguindo os passos corretos, você conseguirá sair da sua ideia inicial até o mercado e alcançar o seu público. Se você tem a mente de um empreendedor, pegue a caneta e o papel e anote todas as dicas para começar a sua startup.

startup
Foto: Reprodução/internet

Veja aqui dicas aqui abaixo.

O que é startup?

Chegou a 12 mil o número de startups no Brasil em 2019, elas são empresas de todos os tipos e ramos. Mas você sabe o que é uma startup? Não tem como dar dicas sobre o assunto se não ficar claro o que ele significa. Fique por dentro das formas com o termo é usado.

ANÚNCIO

O termo, na língua inglesa, atualmente não possui uma tradução literal para o português, mas significa bastante coisa e também é usado de diversas maneiras. Startup pode ser usado para definir um grupo de pessoas que se reúne para colocar em prática uma ideia que pode ou não fazer dinheiro.

Pode ser uma empresa iniciante ou apenas colocar qualquer empresa em andamento. Ao contrário do que pensam, uma startup não precisa ser um empreendimento ligado a internet apesar de ser mais frequente nesse ambiente. Uma característica importante é que esse modelo de negócio precisa ser escalável, tem crescimento rápido.

A principal etapa para começar

Todo projeto começa com uma ideia. Uma ideia é tudo que um empreendedor precisa para desenvolver um grande negócio e todo empreendimento passa por essa etapa. Não é diferente com as startups, porém, elas têm a característica de testar soluções mais inovadoras e também mais incertas.

Se você já tem a sua ideia guarde-a, se você ainda não tem pesquise o que é para o seu perfil pessoal e profissional uma boa oportunidade e que pode gerar retorno. Uma dica, é analisar os momentos de crise. Assim, é possível oferecer um serviço para um determinado público que sofre com alguma condição ligada a crise.

Pesquise oportunidades de oferecer soluções para a população local e ao mesmo tempo preveja oportunidades de crescimento para o seu negócio. Essa dica é importante na hora de pensar na sua ideia de startup para que seu serviço ou produto continue sendo necessário mesmo fora do ambiente de crise.

As etapas para criação de uma startup

As melhores formas de colocar em prática sua empresa, é seguindo um fluxo de negócio. Existem partes que podem te nortear nesse caminho. A primeira, é avaliar a sua ideia que precisa seguir um padrão de inovação e também ser  escalável. O segundo passo é testar sua ideia e colocar a mão na massa.

Se o produto funcionou, é hora de criar um plano de negócio para a sua startup. Nesta etapa, é necessário pensar se o seu negócio faz sentido economicamente falando, se ele vai gerar lucro. Em seguida, é preciso investimento e também uma equipe básica para criar o seu primeiro produto.

O mínimo produto viável (MVP) é o teste real do seu produto em uma versão simples mas na mão do cliente. Essa etapa, requer o registro do feedback dessa experiência e as adaptações necessárias para seu produto seja vendável. O último passo é estruturar a equipe definitivamente e lançar o seu produto.

Assista ao vídeo abaixo e conheça 5 startups de sucesso.

ANÚNCIO