Tome esses cuidados ao optar pelo Financiamento do FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do governo federal que tem o objetivo de financiar o curso de estudantes de ensino superior privado, oferecendo a oportunidade de graduação para estudantes que não podem pagar.

Se trata de um programa grande, que já financia cerca de 40% dos estudantes de ensino superior do Brasil e que traz muitas vantagens para quem opta por ele.

Tome esses cuidados ao optar pelo Financiamento do FIES

Porém, ainda se trata de um financiamento como qualquer outro e requer atenção por parte do estudante. A seguir, você confere quais cuidados deve tomar na contratação do FIES para poder se planejar melhor. Acompanhe!

Atenção a taxa de juros

O principal cuidado em qualquer contratação de crédito é sempre verificar quais são as condições de pagamento e as taxas de juros; no caso do FIES não é diferente.

E é preciso saber que existem três modalidades desse programa de financiamento estudantil que impactam diretamente nessas duas questões.

A modalidade 1, que é direcionada a estudantes de baixa renda, com renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos, e possui juros zero, pois o crédito vem diretamente do governo.

A modalidade 2, que atende estudantes das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste que possuem renda familiar mensal per capita de até 5 salários mínimos e possui juros de até 3%, sendo oferecida pelas instituições financeiras que contam com recursos públicos.

E a modalidade 3, também direcionada a estudantes com renda familiar mensal per capita de 5 salários mínimos e financiada pelo Banco Nacional do Desenvolvimento com taxa de juros ainda não definida.

Condições de pagamento

Em todas as três modalidades, o estudante paga uma mensalidade enquanto estuda e o resto ele começa a pagar depois que termina o curso e entra no mercado de trabalho, com mensalidades que não podem ultrapassar 10% de sua renda.

Para os estudantes que não conseguirem trabalho após se graduarem, existe a opção de se pagar o valor mínimo das parcelas.

É importante ter todas essas informações em mente no momento da contratação do FIES e observar se todas elas estão sendo seguidas no contrato para evitar dores de cabeça futuras, pois essa é uma dívida grande e de longo prazo.

Simulação para contratar

Fazer uma simulação de crédito antes de contratar o financiamento estudantil também é um cuidado que deve ser tomado.

Pois através dele o estudante consegue entender como esse crédito vai impactar suas finanças e pode se planejar financeiramente para pagá-lo tanto durante quanto após o término do curso.

Essa simulação pode ser feita no site do FIES de forma simples e prática.

Tudo que você precisa fazer é acessá-lo e buscar a opção da simulação entre as opções disponíveis no lado esquerdo da página principal.

Depois, basta informar a quantidade de semestres do curso, a quantidade de semestres já concluídos, o tipo de estudante, referente a bolsa do Prouni ou outras; o financiamento solicitado, o valor da semestralidade e a data de vencimento.

Por fim, é só simular o financiamento estudantil para saber quantas parcelas você vai pagar e o valor de todas elas.