4 coisas que é preciso para abrir um food truck!

O que é preciso para abrir um food truck? A resposta simples para essa pergunta é: um caminhão e disposição para começar a vender. Mas, a resposta longa e verdadeira envolve muito mais do que isso.

Do planejamento à divulgação, abrir um food truck tem muitas nuances que devem ser muito bem consideradas para garantir que o negócio tenha sucesso.

4 coisas que é preciso para abrir um food truck!

No texto a seguir, você confere a versão longa dessa resposta. Acompanhe!

1 – Um bom planejamento

Assim como para qualquer negócio, abrir um food truck começa pelo planejamento.

E como em qualquer planejamento, aquele para abrir um food truck deve começar com uma boa e criativa ideia, que garanta a sobrevivência do negócio.

O mercado de food trucks no Brasil já está bastante saturado e só uma boa ideia pode garantir que mais um food truck consiga entrar nesse mercado, concorrer de igual para igual com os outros e gerar lucros.

E quando falamos em uma boa ideia, estamos falando de encontrar um nicho no mercado que ainda não está sendo explorado corretamente pela concorrência, que dê mais chances de sobrevivência para o futuro negócio.

Também é recomendado que o empreendedor monte um plano de negócios bem detalhado, afinal este é um investimento como outro qualquer e precisa ser bem calculado.

2 – Capital para investir

Com tudo no papel é hora de reunir o capital necessário para tirar a ideia de lá e transformá-la em um negócio real. Para quem não possui esse capital, é possível adquirir crédito nas instituições financeiras para realizar os investimentos.

Investimentos esses que serão feitos na compra do caminhão(para quem não possui, utensílios, equipamentos, aparelhos, customização, ingredientes e na definição do capital de giro.

E tudo isso já deve estar presente no planejamento, pois é a partir dele que você vai definir tudo a ser comprado para saber, por exemplo, quanto de crédito vai precisar contratar para comprar tudo e definir o capital de giro.

3 – Uma boa customização

O que diferencia o food truck do podrão do gilson nos olhos do consumidor? A customização!

 Um food truck deve sempre ser bem customizado para atrair o seu público e passar um boa imagem para os consumidores.

E essa customização deve ser feita pensando no nicho que se deseja explorar.

No nicho de fast food tradicional, por exemplo, uma customização mais rústica, com cores chamativas e desenhos mais extravagantes pode cair bem.

Já se o nicho for alimentação saudável, é preciso ter um visual mais clean, com bastante verde e desenhos mais simples, voltados a este mundo.

Então, antes de escolher a customização do food truck, o empreendedor deve estudar a fundo para conhecer melhor o seu nicho e o seu público.

4 – A divulgação online

Por fim, com o food truck pronto, é hora de pensar na sua divulgação para que ele chegue até o seu público e comece a gerar lucros.

E o recomendado neste sentido é investir pesado no marketing digital, principalmente em dispositivos móveis.

O negócio deve ter uma página no Facebook, Instagram, Twitter e até um site próprio.

Alguns food trucks hoje já contam até mesmo com um aplicativo, onde é divulgado, entre outras informações, o cardápio do dia e a localização do caminhão.

E isso é importante porque, nesse mercado, o público está sempre com pressa e quanto mais facilidades elas tiverem para se alimentar, melhor.

Porém, não se esqueça que a divulgação física também é muito importante.